PMDB, PT e PSDB lideram ranking de filiados no Piauí, diz TSE

07/01/2018

O PMDB, que agora se chama MDB, continua a ser o partido político com mais filiados no Piauí. São 39.841 pessoas, o que representa 12,9% dos 306.946 piauienses filiados a uma agremiação partidária no Estado. Os dados são do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e tem como referência o mês de novembro de 2017. Em segundo lugar, de acordo com o TSE, aparece o PT com 27.884 filiados, seguido de PSDB (25.953), PTB (25.780), DEM (25.655) e PP, hoje Progressistas (23.036).

Em uma espécie de segundo pelotão aparecem os partidos PSB (17.685), PDT (15.388), PPS (12.840), PR (12.312) e PC DO B (11.698).

Na outra ponta da tabela, o PCO aparece com o menor número de filiados no Piauí, apenas 31, seguido do partido NOVO com 37 e PSTU com 224. Ao todo, 35 legendas possuem representação no Piauí.

Segundo o TSE, a relação dos nomes de todos os filiados deve ser enviada na segunda semana dos meses de abril e outubro de cada ano pelos órgãos de direção municipal, regional ou nacional dos partidos políticos. Deve ser remetida aos juízes eleitorais para arquivamento, publicação e cumprimento dos prazos de filiação partidária para efeito de candidatura a cargos eletivos. A determinação consta da Lei dos Partidos Políticos (Lei 9.096/1995).

A legislação eleitoral determina que, se a relação de filiados não for enviada pelos partidos até o prazo fixado no provimento da Corregedoria-Geral Eleitoral, a filiação constante na última relação remetida à Justiça Eleitoral permanecerá inalterada.

A filiação partidária é o ato pelo qual um eleitor aceita, adota o programa e passa a integrar um partido político. Esse vínculo que se estabelece entre o cidadão e o partido é condição de elegibilidade. Só pode filiar-se a uma legenda o eleitor que estiver no pleno gozo de seus direitos políticos.

Lista completa: