Margarete diz que seu partido é quem vai decidir seus planos em 2018

22/11/2017

A vice-governadora do Piauí, Margarete Coelho, colocou seu destino político em 2018 nas mãos do seu partido, o agora chamado Progressistas. Segundo ela, tudo dependerá da orientação partidária.

"Eu digo sempre que não tenho projeto político pessoal, mas tenho um projeto de Piauí. Eu tenho um projeto de governo, de desenvolvimento do Piauí e estarei sempre à disposição desse projeto. Quem decide que posição eu estarei é o meu partido. Obviamente que tenho que ter um capital eleitoral a oferecer para o partido", declarou em entrevista à TV Cidade Verde.

Para Margarete, tudo indica que a parceria entre o PP e o governador Wellington Dias vão continuar em 2018.

"Eu digo sempre que o cenário atual que estamos vivendo é que Ciro Nogueira e Wellington Dias estão à frente desse projeto do Piauí. O partido Progressistas é sempre o companheiro. Esse é um projeto de Piauí quem tem dado certo, mesmo com a crise financeira. Mas a política é dinâmica", declarou.

Fonte: TV Cidade Verde