Loures solto, Aécio retornando ao Senado e Temer continua ileso

01/07/2017

O balanço da política brasileira nessa semana continua não sendo das melhores. O momento ainda é crítico e a resposta que o povo espera anda a passos largos, porém, não para a solução, e sim para mais decepções. Aqueles que querem perpetuar no poder a todo custo continuam articulando jogadas para conseguirem seus objetivos e fugirem de suas responsabilidades delituosas.

Três pontos chamam atenção de todos os brasileiros, trazendo desconfiança mais ainda da sociedade sobre as instituições do país. Primeiramente, Aécio Neves (PSDB), teve um pedido de prisão contra ele negado pelo o STF (Supremo Tribunal Federal), mesmo após todos as indicações e materialidade de crime cometido atribuído à sua autoria está nitidamente comprovada, como também, teve o seu pedido de retorno ao cargo de Senador da República aceita pela mesma Corte.

Outro ponto é a liberdade concedida a Rocha Loures, braço direito de Temer. Loures foi flagrado pela PF carregando uma mala com R$ 500 mil reais, proveniente de dinheiro de corrupção. E mesmo com os pressupostos suficiente para concessão de uma prisão preventiva, Loures, foi colocado em liberdade com tornozeleira eletrônica.

O terceiro e pior ponto é como o Presidente da República, conhecido como Michel Temer (PMDB), continua ileso de todas as suas atrocidades cometidas com intuito de permanecer no poder e de tirar, juntamente com aliados, beneficias pessoais através da máquina pública.

O Brasil precisa urgentemente de providências legais e sinceras que possam fazer com que o país respire um ar puro e tenha força para enfrentar as diversas crises que passa neste momento.