Feitiço vira sobre feiticeiro - Por Deusval Lacerda de Moraes

31/10/2017

Lembrando bem, quando o golpe parlamentar-constitucional-judicial consumou-se em 31 de agosto de 2016, a balança política nacional pendeu de tal forma que a situação do Lula, Dilma e o PT, de repente, foi jogada para as cobras, e a direita brasileira, para muitos neófitos, era a salvação da Pátria.

Não sabiam os incautos, que, toda vez que ela chegou ao poder, negou fogo. Ou seja, como na parábola do escorpião, é da sua própria natureza não saber governar e ainda criar entraves para o futuro do País.

Já os próceres petistas passaram por rebordosa inimaginável, pois do Céu queriam mandar-lhes direto para o Inferno. Lula sofreu, nesse ano e pouco, a maior perseguição institucional no solo brasileiro para um líder mundial, que nos tempos modernos é denominada de Lawfare.

Mas agindo com prudência, coragem, determinação e esperança a verdade está vindo à tona. Muito do ímpeto inicial perpetrado pelos seus adversários mandonistas está arrefecendo-se, e, aos poucos, a verdade dos fatos está em conformação que, por sua vez, muito foi inventado, forjado, manipulado e disseminado dia e noite pela grande mídia golpista e sedenta do poder em conluio com a elite pátria.

Na atual fase, o que se percebe é o crescimento eleitoral do Lula, por ter sido o maior presidente do Brasil, e aqueles que lhe imputavam fantasiosamente todas as culpas, são, aos olhos da Nação, os verdadeiros culpados do que atribuíam ao líder popular, numa espetacular inversão, qual seja, do feitiço virar sobre o feiticeiro.