Delações fantasiosas - Por Deusval Lacerda de Moraes

05/09/2017

Para derrubar a presidente legitimamente reeleita Dilma Rousseff, os golpistas -compostos da grande mídia, Congresso Nacional, boa parte do mercado e alguns setores institucional-judiciais - pintaram a chefe de Estado, o Lula, o PT e demais partícipes da governança de verdadeiros belzebus. 

E com a euforia da vitória da trama e a certeza de que tudo favorecia aos conspiradores, prosseguiram no terror do que se pode chamar de caça às bruxas. E nesse cenário aterrorizante, o Lula, a Dilma, próceres petistas e membros das equipes dos governos petistas eram processados, presos ou condenados, e tudo numa celereridade jamais vista na Justiça brasileira. 

Foi aí que surgiram algumas delações fantasiosas, já que valia tudo. E, nesse contexto, ocorreu, de repente, a prisão do ex-senador Delcidio do Amaral em razão da gravação referente a seu pupilo Nestor Cerveró, ex-diretor da Petrobras, que já estava preso.   

Ambos presos e, para se livrarem da cadeia, seguiram o curso normal da nova ordem imposta e acusaram: Nestor Cerveró e Delcidio do Amaral, a ex-presidente Dilma, e Delcidio, o ex-presidente Lula. Foi estardalhaço geral. Todos os envolvidos no golpe parlamentar-constitucional-judicial felizes com o desfecho. E muita notícia para a mídia golpista propagar.

Cerveró e Delcidio disseram que a malfadada compra pela Petrobras da refinaria de Pasadena nos Estados Unidos tinha sido aprovada pela então presidente do Conselho de Administração da Petrobras, Dilma Rousseff, ciente dos problemas de gestão irregular da estatal. E Delcidio ainda disse que Lula havia tentado comprar o silêncio de Cerveró em franca obstrução da Justiça.

Como está demostrado, tudo não passava da mais deslavada mentira. Os auditores e o Ministério Público de Contas do TCU inocentaram Dilma do caso Pasadena. E o procurador Ivan Claudio Marx sugeriu ao juiz da 10a. Vara Federal em Brasília absolver Lula do delito de obstrução da Justiça.

Isto é de uma gravidade imensurável. Pois alguns meliantes estão brincando com a Justiça. Mentem para ela na maior cara de pau e saem da cadeia e vão para casa sossegadamente. Em contrapartida, deixam dois ex-presidentes da República em situações vexatórias, com a mídia governista explorando o fato dia e noite. Quem vai pagar essa conta a Lula e Dilma? Veja o quanto um golpe é prejudicial.