Conheça os quatro classificados para a fase final do Campeonato Piauiense

03/04/2018

Foram dez rodadas, 30 jogos e 77 gols. E terminou nesse fim de semana a história de mais uma fase de classificação do Campeonato Piauiense de Futebol. Eram seis times, sobraram quatro, que agora se enfrentam em jogos de ida e volta para manter vivo o sonho do título estadual. Altos, River, Piauí e 4 de Julho, classificados nessa ordem, avançaram. Parnahyba e Flamengo ficaram pelo caminho.

Os piauienses já caíram em outras competições, como a Copa do Nordeste e a Copa do Brasil. Portanto, agora o foco é total no estadual. Para Parnahyba e Flamengo, o calendário é escasso. Futebol para eles só com a base, ou na Copa Piauí, no segundo semestre.

Manoel, atacante do Altos, terminou a primeira fase como artilheiro da competição com 11 gols. Na sua cola, a sensação do torneio: Erinaldo Júnior, do Piauí, que fez 9. A melhor defesa é do Jacaré - que sofreu seis gols -, seguida de perto pela riverina, com sete.

A classificação final foi a seguinte:

1) Altos, com 23 pontos

2) River, com 22 pontos

3) Piauí, com 12 pontos

4) 4 de Julho, com 11 pontos

Os confrontos que definirão os finalistas são os seguintes:

1º x 4º

04/04, quarta-feira, 20hs: 4 de Julho x Altos - Arena Ytacoatiara, Piripiri

07/04, sábado, 16hs: Altos x 4 de Julho - Estádio Felipão, Altos

2º x 3º

04/04, quarta-feira, 20hs: River x Piauí - Albertão, Teresina

07/04, sábado, 18hs: Piauí x River - Albertão, Teresina

O campeão também será definido em dois jogos.

Agora, como chegam os classificados?

Altos

O Jacaré chega forte em busca do bicampeonato. A equipe terminou a fase de classificação em ótima forma. Com uma base das últimas temporadas, o time reencontrou um bom futebol com o retorno do técnico Paulinho Kobayashi.

Melhor ataque e melhor defesa, o Altos demonstra o equilíbrio necessário para lutar pela renovação do título estadual. Sua força está no comando de ataque, formado por Joelson e Manoel. A experiência na defesa é o balanço que levou a equipe a primeira colocação na primeira fase.

River

O Galo conseguiu manter uma consistência que rendeu frutos. A equipe teve momentos de instabilidade na competição, principalmente fora de casa, mas também parece ter encontrado uma boa química na reta final.

A equipe passou por uma grande reformulação no elenco para 2018, trouxe Wallace Lemos para o comando técnico, e apostou em nomes de fora. Eduardo e Márcio Diogo são as âncoras do elenco.

Piauí

Com a menor folha salarial do estadual, o Piauí apostou na base, na garotada. E se deu bem. Virou o primeiro turno com a melhor campanha, e conseguiu manter a classificação apesar dos percalços no segundo.

Bons valores como Dindê, Jonatas, Breno e Erinaldo causaram grandes problemas para os rivais. Aníbal Lemos - técnico rodado do futebol local - tem feito um bom trabalho com um grupo muito jovem.

A juventude, no entanto, reflete nos dois lados. O Piauí marcou 17 vezes, e sofreu 18 gols. No total, foi a equipe com maior média de gols nos seus jogos.

4 de Julho

O Gavião de Piripiri trocou de técnico durante a primeira fase. Tirou Jorge Pinheiro do Flamengo - técnico campeão estadual pelo próprio 4 de Julho, em 2011 -, e tem como objetivo fechar bem o estadual para chegar forte na Série D, maior objetivo da temporada.

O elenco, porém, vai precisar se superar para bater o Altos na semifinal. Pode contar com um Raphael Freitas inspirado, já que o atacante é a maior arma ofensiva a disposição.

Fonte: Portal AZ