Casos de furtos aumentam em São João do Piauí

13/06/2017 21:50

São João do Piauí vem crescendo de forma rápida em vários setores da cidade, como no comércio, prestação de serviço, produção, setor industrial etc., trazendo vários benefícios ao município. Mas como todo bônus possui seu ônus, a cidade passa por momentos que merecem atenção. Casos de furtos e roubos se espalham na cidade e região chegando a números consideráveis.

Ultimamente, adultos (homens e mulheres), jovens e até mesmo crianças participam de ações delituosas planejadas e articuladas na tentativa de praticar certos crimes, e o mais frequente deles é o furto.

As pessoas que comentem esses crimes agem de forma sorrateira, utilizando simples gestos para desvirtuar as vítimas e praticar o delito. Pedem um favor, um copo com água ou outra coisa simples e aproveitam do momento para furtar objetos valiosos, na maioria das vezes, celulares. As vítimas mais escolhidas são os idosos e o local que mais acontece são as residências.

A Polícia Militar está atenta e sempre presente fazendo seu trabalho, mas muitas vezes, não tem muito o que fazer quando o delito é praticado por menores de idade, pois os menores de 18 anos não são punidos criminalmente conforme a lei.

Um aumento muito grande também são dos receptadores dos objetos furtados e roubados que são vendidos na própria cidade e na região.

O que assusta são a quantidade de casos por dia, pois vários relatos chegam de vítimas de furtos e roubos, inconformados com essa onda de violência. Um dos locais escolhido dessa vez foi a casa dos meus pais, onde uma jovem de aproximadamente 20 anos pediu um copo com água e na hora que meu pai foi servir a moça, ela se aproveitou da situação e furtou o celular da minha irmã, Cláudia Borges, que estava carregando e minutos depois vendeu para um receptador.

Os sanjoanenses devem ficar atentos e tomarem cuidados para ações estranhas e suspeitas.