Boa notícia - previsão é de chuva em 2018 no nordeste e fim do ciclo da seca

24/10/2017

Os nordestinos receberam uma ótima notícia nos últimos dias, a chegada chuva e sua permanência. Sim, sua permanência. Após anos de duros períodos de seca, os meteorologistas preveem chuvas acima da média no ano de 2018 no nordeste brasileiro.

O gerente de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN), Gilmar Britot, analisando as condições meteorológicas, com as chuvas e o vento forte que estão ocorrendo em parte do Nordeste, prevê a permanência do fenômeno La Ninã, até meados de 2018. 

Nas análises das imagens dos satélites meteorológicos, destaca que "no monitoramento das Oscilações 30-60 dias (onda planetária que circula o planeta na faixa equatorial de oeste para leste causando instabilidades na fase positiva), mostra que possivelmente em meados de dezembro essa oscilação estará com sua fase positiva sobre o nordeste brasileiro e com isso aumentando as condições de ocorrência de chuvas mais significativas". 

Acrescenta o meteorologista que a ocorrência de chuva no Nordeste no período de fevereiro a maio, depende de vários fatores, entre eles as condições dos oceanos Pacífico e Atlântico e a Atividade Solar. "Hoje, analisando as condições atuais temos o Oceano Pacífico, a previsão é de ser favorável em 2018.

Uma notícia dessas alegra e da esperança aos nordestino, ao sertanejo, que há muito espera por boas chuvas para plantar, colher, dar águas aos seu animais, se manter, fazer seus afazeres e etc.