A temida Reforma da Previdência

15/03/2017 16:00

Foto: Jornal Daqui
Foto: Jornal Daqui

A temida reforma dá previdência vem trazendo muitos debates para políticos, profissionais e a população. É de tamanha a indignação do povo brasileiro com a maquiagem, consequências e diminuição de Direitos que a tal PEC trás.

Pontos importantes e que vão alterar significativamente a vida do trabalhador urbano e rural faz com que haja essa grande revolta. O aumento dá idade mínima de 65 anos para homens e mulheres, ao tempo em que a expectativa de vida não é tão alta, principalmente pro sofrido trabalhador nordestino. Contribuição mínima de 25 anos, com o incremento dá porcentagem, no qual o contribuinte deve trabalhar 49 anos para receber seu benefício integral, demostrando uma nítida imposição ao trabalhador para que ele trabalhe mais. E quem ganha com isso ? O empresário. Dentre outros pontos maquiavélicos. 

O Governo, que apresentou a proposta de emenda a constituição, e os seus colaboradores como o Congresso e a avassaladora mídia interesseira tentam de todo custo, passar ao povo, que está é única, senão última, alternativa de escape para o País. Utilizam dos mecanismos a sua disposição para acelerar o processo legislativo de aprovação e não apresentam um justificativa plausível. 

Mas está reforma não é a única saída. Existem várias outras. Porém, o que o auto escalão quer mesmo é tirar Direitos dos trabalhadores e empregados, favorecendo empresas e aliados. Por isso pergunto, qual o medo do debate popular ? Por que não fazer isso com mais calma? 

Outras alternativas são viáveis, como a cobrança previdênciaaria de dívidas das empresas, que chegam a bilhões; auditoria dá dívida pública; desvinculação dá receita dá união, pois você sabia que até 30% da receita dá previdênciaaria é usado pra outras coisas ? Como por exemplo, pagar juros aos bancários? Pois é. 

Hoje (15), está acontecendo uma paralização nacional, em mais de 20 Estados, dos trabalhadores em protestos contra as reformas dá previdência e trabalhistas. E é preciso realmente acordar e ir a luta. A batalha está travada. Eles querem restringir os nosso Direitos. 

Foto: blogdajor72
Foto: blogdajor72
Foto: imagens USP
Foto: imagens USP